Veja agora mesmo a nova edição #75 da Revista New Routes na íntegra!
BilinguismoBlogCultura e Educação

Alfabetização, letramento e biletramento – Juliana Teixeira Dias

header
 
A alfabetização é o desenvolvimento da consciência e entendimento a respeito das letras e de seu funcionamento. Ou seja, a criança compreende o código do alfabeto e é capaz de utilizá-lo mecanicamente, lendo e escrevendo. A concretização e a sistematização da alfabetização acontecem na escola, na instrução formal. É o puro ato de ler e escrever. Esse processo ocorre tradicionalmente a partir do primeiro ano do Ensino Fundamental, quando as crianças tem entre 6 a 8 anos.
Jaeger (2003) define letramento como “ o conjunto de práticas sociais ligadas à escrita e à oralidade, em contextos e para objetivos específicos”.  O letramento é o entendimento de que a leitura e a escrita desempenham funções sociais, presentes nos diferentes ambientes frequentados pela criança. É a compreensão de que a leitura e a escrita estão presentes nos mais diversos âmbitos do cotidiano e que são ferramentas sociais importantes que exercem diversas funções. O letramento deve ser introduzido na realidade escolar já no Ensino Infantil, antes da alfabetização em si.
No letramento, percebe-se que as práticas discursivas escolares que valorizam o saber dizer e o falar bem resultam na capacidade de explicitação verbal do raciocínio, de verbalização do conhecimento e de processos envolvidos nas tarefas
Hoje, tão importante quanto conhecer o funcionamento do sistema de escrita é poder se engajar em práticas sociais letradas, respondendo aos inevitáveis apelos de uma cultura grafocêntrica. Assim:
Uma vez que, ao ser exposta a dois idiomas, a criança é estimulada a compreender o funcionamento de ambas as línguas como ferramenta social, suas especificidades e características ela tem contato com o biletramento.
O biletramento está associado ao desenvolvimento de habilidades relacionadas à função social de dois idiomas e com o enriquecimento proporcionado com a ampliação do repertório cultural, social e acadêmico. A criança entende, portanto, como cada idioma é utilizado nas comunidades onde estão presentes, as características específicas de cada um e a forma como são utilizados e interpretado.
            O biletramento é a melhor escolha no  mundo de hoje para qualquer criança, pois significa que, ao ter aulas em dois idiomas (e não apenas de dois idiomas, como nas escolas de idiomas), o estudante conseguirá adquirir naturalmente a habilidade de fazer uso pleno (e não apenas instrumental) dos dois idiomas.
 
Ref:
JAEGER, E. V. Letramento: perspectivas e implicações para a educação. São Paulo, nº 02, pp. 33-40. 2003. Revista Dialógica

Related posts
BlogInglês

Stifling order or cataclysmic chaos?

BlogCultura e Educação

Robótica Educacional: Definição e Como Implantar na Sua Escola

BilinguismoDisal IndicaInglês

Disal Indica - Educação Bilíngue no Brasil (Volume 2)

BlogCultura e Educação

Reflexões sobre o Ensino Híbrido

Assine nossa Newsletter e
fique informado

    E-mail

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Espere um pouquinho!
    Queremos mantê-lo informado sobre as principais novidades do mercado acadêmico, editorial e de idiomas!
    Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.